Lagoa da Prata / MG - segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Gripe

 

 

Resfriado comum

 

 

aa

A Rinofaringite viral ( Resfriado comum ) é um processo infeccioso causado por vírus, que acomete nariz, seios paranasais e a faringe.

O resfriado comum é uma das doenças pediátricas de maior incidência e pode trazer várias conseqüências, principalmente nas crianças de baixa idade.

Esta doença pode ser causada por vários tipos diferentes de vírus, entre eles: Rinovírus, Vírus sincicial respiratório e Vírus parainfluenza são os mais comuns. Existem mais de 100 tipos de rinovírus e são responsáveis por mais de 50% dos casos de resfriado comum.

O resfriado comum é muito contagioso, passando de uma criança para a outra com muita facilidade. Quanto menor for a criança, maior a chance em contrair a doença, pois a criança não tem imunidade específica para a mesma.

Como se pega a doença?

A doença pode ser adquirida através de:

1 . gotículas de secreção nasal ou oral
( expelidas ao falar, espirrar ou tossir )
2 . pequenas partículas em aerossol ( ficam dispersas no ar )
3 . contaminação oral-fecal ( fezes contaminam água ou alimentos )

A transmissão na forma de gotículas pode ocorrer diretamente, de um indivíduo para outro, pelo ar, ou através de talheres, copos ou de mãos contaminadas.

A transmissão por partículas em aerossol ocorre mais fácil em ambientes de baixa umidade ( clima seco ). Este tipo de transmissão tem longo alcance e propicia uma propagação rápida da doença a um grande número de pessoas, ocasionando os surtos epidêmicos.

Mecanismo da infecção

Os vírus penetram nas células que revestem internamente o nariz, faringe e seios da face, onde se multiplicam e levam a um processo inflamatório local, formação de edema e alteração imunológica local. Esta alteração cria uma abertura na barreira epitelial e facilita a entrada de bactérias que pode levar a infecções secundárias.

Manifestações clínicas

O resfriado comum pode apresentar sintomas gerais e localizados. Os sintomas gerais, são de pequena intensidade ou faltam completamente.

Sintomas Gerais:
- Febre ( de leve a moderada intensidade )
- Fraqueza, dores no corpo
- Dor de cabeça, prostração

Nos bebês observam-se também irritabilidade, falta de apetite e dificuldade para sugar.

Sintomas Localizados:
- Coriza ( inicialmete clara, mas que depois torna-se espessa e amarelada )
- Espirros, tosse seca, obstrução nasal
- Fácies gripal ( olhos congestos e lacrimejantes, nariz avermelhado e edemaciado e respiração bucal.

O resfriado comum é uma doença autolimitada, onde os sintomas duram de 4 a 14 dias, com média de 7 a 9 dias, caso não existam complicações.

Meu filho tem resfriado toda hora! Ele está com a resistência baixa?

Não. Uma criança entre 0 a 5 anos, vivendo em zona urbana, pode ter cerca de 6 a 10 episódios de resfriado por ano, sendo a média em torno de 9.

Complicações da doença

Apesar do resfriado comum ser uma doença benigna, existe a possibilidade de ocorrer complicações. Estas complicações podem ocorrer por extensão do processo viral até as vias aéreas inferiores ou por infecções bacterianas secundárias.

As complicações mais freqüentes são:

- Otite Média Aguda
- Sinusites
- Laringite
- Traqueobronquite
- Pneumonia viral ou bacteriana
- Desencadeamento de alergia em crianças geneticamente predispostas ( rinite ou asma )

Como tratar o resfriado

Não existe nenhum tratamento eficaz contra o vírus do resfriado comum. O tratamento se baseia nos sintomas, suporte nutricional e manutenção de uma boa hidratação da criança.

Como tratar os sintomas?

- Uso de soro fisiológico nas narinas, várias vezes ao dia, para fluidificar a secreção nasal. Aspirar a secreção com pêra de borracha se necessário.
- Uso de analgésico/antitérmico nos casos de dor e febre. Usar preferencialmente medicamentos a base de dipirona, paracetamol ou Ibuprofeno.Não usar AAS infantil ou Melhoral

Os medicamentos como descongestionantes nasais, antitussígenos e expectorantes, só podem ser usados sob orientação médica.

Lembre-se: Gripe se pega com o contato com o Vírus e não com o contato com gelado, chuva ou friagem, como muitas crendices dizem por aí.

A VACINA DA GRIPE É INDICADA PARA CRIANÇAS PEQUENAS A PARTIR DOS 6 MESES E PARA AS CRIANÇAS COM HISTÓRIA DE BRONQUITE.